quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Casamento homoafetivo cresce 5 vezes mais que entre homem e mulher, diz IBGE

O número de casamentos homoafetivos cresceu 5 vezes mais em relação aos casamentos entre heterossexuais de acordo com a pesquisa do IBGE



Em relação a 2013, as uniões civis entre cônjuges do mesmo sexo aumentaram 51,7%. Em números absolutos, foram 1.131.707 casamentos entre pessoas de sexos opostos e 5.614 entre pessoas do mesmo sexo em 2015.
Em 20 estados houve aumento dos registros civis de casamentos entre 2014 e 2015. Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul tiveram crescimento acima de 10%, e o Acre, de 40%. Os estados da Paraíba e Sergipe apresentaram as maiores reduções, de 7,7% e 6,3% respectivamente.

Isso é mais um avanço para comunidade LGBT no Brasil, graças a decisão  do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) em maio de 2013 que estende o direito ao casamento homoafetivo a todo o país. Segundo esta decisão os cartórios do Brasil não podem recusar a celebrar casamentos civis de pessoas do mesmo sexo. Antes disso já havia decisões do STF e do STJ favoráveis ao casamento homoafetivo.

O PSDB defende políticas de inclusão para a comunidade LGBT, exemplo disso foi a primeira Coordenadoria de Assuntos de Diversidade - CADS criada pelo então prefeito José Serra na cidade de São Paulo. A CADS tornou-se o mais importante órgão LGBT do país.


O partido acredita que o primeiro passo foi dado, mas ainda tem muito a ser feito. LGBT também quer educação, moradia e oportunidades no mercado de trabalho.

Marcos Fernandes 
Diversidade Tucana Nacional

Fabio Valente
Diversidade Tucana Municipal São Paulo

Nenhum comentário:

Postar um comentário