Jogos Olímpicos 2016 no Rio de Janeiro Uma oportunidade de aumentar a visibilidade LGBT e lembrar da necessidade de inclusão
Depois de muita espera, ameaça terrorista, medo do zika, os Jogos Olímpicos chegaram e na verdade agora já estão no final. Como diziam os pessimistas, tinha tudo para dar errado, até mesmo por conta dos problemas de infraestrutura no Rio que eram evidentes, mas é inegável também o quanto Rio 2016 trouxe de positivo para os LGBT e isso se refletirá na nossa sociedade como um todo.

É possível enumerar somente nos pontos negativos (acho que nem caberia aqui), mas isso agregaria o quê? O que traria de bom? Sentar e lamentar o que não deu certo é muito pior do que valorizar os acertos e potencializa-los e é assim que nós do Diversidade Tucana estamos costumamos a agir, não esquecemos dos pontos negativos, mas vamos valorizar o que deu certo tornando assim relevante o que realmente importa. O maior legado olímpico não são prédios, mas sim gestos de humanidade, compreensão, união e respeito à diversidade. E nisto, certamente Rio 2016 marcou ponto positivo. Nesta Olimpíada tivemos um aumento na representatividade da comunidade LGBT, é um momento histórico, onde barreiras são quebradas. Quanto mais tivermos atletas que se mostrem como realmente são, sem máscaras, que apoiem a diversidade, melhor será para todos nós, pois, os atletas são exemplos para nossa sociedade, as pessoas muitas vezes se espelham em seus ídolos. Fica aqui o nosso agradecimento, como brasileiros, patriotas aos nossos atletas que, ganhando medalha ou não, mostraram o seu melhor! E a comunidade LGBT deixa um recado aos preconceituosos: Nós podemos estar onde quisermos estar!

Comentários

Postagens mais visitadas