quarta-feira, 8 de junho de 2011

O fundamentalismo avança, nós trabalhamos para combatê-lo!

Nós, infelizmente, temos um deputado no PSDB que aderiu ao obscurantismo e à pregação homofóbica como forma de se promover. Esse tipo de parlamentar está se proliferando por todos os partidos do Brasil e nós acreditamos que seja o papel dos secretariados LGBTs de cada partido agir de forma a esclarecer, informar e sensibilizar suas bancadas, para que argumentos populistas e falsos não prevaleçam. Esse deve ser um objetivo comum a todos nós, independentemente de filiação ou preferência partidária.

Felizmente, o deputado João Campos é exceção no PSDB, e não a regra (Veja alguns dos parlamentares do PSDB que apoiam o Diversidade Tucana, clicando aqui).

Prova disso são as iniciativas pioneiras de José Serra, Geraldo Alckmin, Aécio Neves, Fernando Henrique Cardoso, entre tantos outros. Em governos do PSDB foram criados o primeiro plano nacional de Direitos Humanos que contemplou os LGBTs, a primeira coordenação executiva para a Diversidade Sexual, conselhos municipais e estaduais LGBTs, delegacias especializadas no combate à homofobia e outras formas de discriminação, o primeiro (e até agora, único) ambulatório de saúde especialmente para travestis e transexuais, uso do nome social para elas, inclusão dos LGBTs nas placas anti-discriminação dos edifícios, entre muitas políticas públicas que mudaram a vida de LGBTs! (Veja um pouco mais da história do PSDB junto aos LGBTs, clicando aqui.)

O Diversidade Tucana vai continuar trabalhando firme para que continue sendo assim, e para que o PSDB continue sendo uma força política de vanguarda no combate à homofobia e na promoção da cidadania LGBT.

>>>>>> E recomendamos: vote NÃO na enquete realizada pela Agência Câmara sobre a sustação da decisão do STF sobre união estável homoafetiva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário