Pesquisa revela que 21% dos jovens gays já tentaram o suicídio

O estudo “The Social Environment and Suicide Attempts in Lesbian, Gay, and Bisexual Youth” (O ambiente Social e tentativas de suicídios na Juventude Lésbica Gay e Bissexual, realizado com 32 mil alunos do ensino secundário no estado de Oregon, nos EUA, entre os anos de 2006 e 2008, revelou que gays e crianças em ambientes mais conservadores tem mais propensão ao suicídio. O estudo foi conduzido pelo pesquisador Mark Hatzenbuehler, psicólogo da Universidade Columbia, e apontou que as áreas politicamente republicanas (mais conservadores) ou com menos apoio às questões LGB tem maiores índices de tentativas de suicídios de adolescentes.

Segundo o estudo, entre os jovens que não sofriam por depressão ou tivessem sofrido opressão violenta, 21,5% dos jovens LGBT tinham tentado o suicídio, enquanto apenas 4% da comunidade geral estudantil teriam tentado se matar. Apenas nas áreas conservadoras, separando os que se consideram Democratas e Republicanos, os números disparam e o risco de suicídio é 20% maior em jovens LGBTs e 9% maior no restante dos jovens da população Republicana. O estudo concluiu que "ambientes que são bons para jovens LGB também são bons para os jovens heterossexuais" e foi publicado no jornal Pediatrics da Academia de Pediatria dos EUA.

Comentários

Postagens mais visitadas