Datafolha Revela Solidez do Candidato José Serra

A pesquisa Datafolha, divulgada nesta sexta-feira, revela a solidez das intenções de voto do candidato à Presidência da República, José Serra (SP). A avaliação é da senadora Marisa Serrano (MS) e dos deputados federais João Almeida (BA) e Gustavo Fruet (PR).

Pelo levantamento, o tucano é o preferido de 39% dos entrevistados, contra 38% da candidata oficial, Dilma Rousseff (PT). A senadora Marisa Silva, candidata pelo PV, aparece com 10%. Em eventual segundo turno, Serra venceria Dilma por 47% a 45%. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

"Serra está firme nas intenções de voto, continua sólido. E a partir de agora, com apresentação das propostas, ele vai permanecer em ascensão, conquistando cada vez mais seu espaço. Serra não é nenhuma bolha", afirma Serrano. "Outra coisa, eu acredito que a candidata Dilma tenha alcançado o patamar de transferência de votos do presidente Lula."

As pesquisas mostram redução da rejeição do candidato tucano, ascensão na pesquisa espontânea (passou de 14% para 19%) e, ainda, que a aprovação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva parou de reverter-se em votos para Dilma. Líder do partido na Câmara, João Almeida lamenta o "alvoroço" criado pela campanha petista com números e pesquisas. "Pesquisas são pesquisas, o importante é a solidez do Serra. Eleição não se ganha com antecedência, se ganha depois da campanha", destaca.

O deputado compara a eleição a uma corrida de cavalo: os candidatos saem emparelhados, a partir da propaganda na televisão. "Temos as melhores idéias para o País e um candidato preparado para empreendê-las."

Para Fruet, três fatos devem ser observados: "Primeiro, Serra está bem em todas as faixas. Segundo, o nível de conhecimento de Dilma praticamente chegou ao limite. Por último, desmente o factóide criado pelo governo de que a petista teria aberto uma grande vantagem".

A pesquisa, realizada quarta e quinta-feira, é a primeira depois das convenções que formalizaram as candidaturas à Presidência. Para o levantamento, foram ouvidas 2.658 pessoas, das quais 5% responderam que vão votar em branco ou nulo, e outros 9% disseram não saber em quem votar.

Comentários

Postagens mais visitadas