Deputado Propõe lei para Proteger os Herossexuais

Um projeto de lei que prevê pena de até três anos de prisão para quem discriminar heterossexuais está esperando para ser apreciado pelo Congresso Nacional. O texto foi elaborado pelo deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) em resposta ao PLC 122, que criminaliza ações homofóbicas.

Em entrevista ao portal R7, Cunha afirmou que seu projeto se justifica para garantir que as pessoas "normais" sejam respeitadas, apesar de logo em seguida tentar voltar atrás na bobagem. "Quando falo normal não quero dizer que eles sejam anormais. Na natureza existe o homem e a mulher, mas não acho que eles sejam anormais. Mas eles representam uma minoria."

O deputado disse ainda discordar de pontos do projeto contra homofobia, já que puniria, por exemplo, um pastor que não aceitasse casar homossexuais em sua igreja. "Há também a proibição à literatura então daqui a pouco terão que proibir a Bíblia que tem menções claras contra o homossexualismo."

Apesar de acreditar que o texto não será aprovado, Eduardo Cunha insiste que ele se faz necessário, já que haveria um constragimento sentido por heterossexuais em locais destinados aos gays. "Há um constrangimento. Não tem jeito. Mas eu não vivi nada disso."

Comentários

Postagens mais visitadas